quarta-feira, 2 de junho de 2010

Descobrindo-se

Como uma leoa, descobre que colocar as garras em razão de sua cria é o ato mais natural com o qual já se deparou. Uma fera que sempre existiu mas estava adormecida. Descobre-se forte, mais do que nunca. Unhas em forma de palavras e atitudes.

2 comentários:

Bípede Falante disse...

Mãe da Antonia, você está incrível! :)

Claudinha disse...

Olá Bípede!
Obrigada pelo "incrível"!
bjos:)